Você está interpretando a Bíblia literalmente?

Não há substituto para o trabalho árduo.  - Thomas A. Edison.

Interpretar a Bíblia literalmente pode ser uma coisa boa. Provavelmente significa que você deseja saber exatamente o que Deus diz e obedecer às suas palavras. Significa que você não quer jogar roleta bíblica com os versículos que obedece. Significa que você está disposto a obedecer a todos os mandamentos, mesmo os mais dolorosos.

Porém interpretar a Bíblia literalmente pode lhe trazer alguns problemas. Interpretar a Bíblia literalmente pode nos levar a prever erroneamente o fim do mundo. Pregadores da prosperidade com risca de giz pensam que estão interpretando a Bíblia literalmente, o que os leva a ensinar que Deus nunca deseja a doença. Caramba, o pessoal que lança o ódio na Igreja provavelmente pensa que está interpretando a Bíblia literalmente.

Então, o que significa de verdade interpretar a Bíblia literalmente? Como podemos ter certeza de que nossa interpretação "literal" da Bíblia não é realmente um trabalho de hack teológico? Aqui estão algumas perguntas simples para ajudá-lo a realmente interpretar a Bíblia literalmente.

 
Photo by Andrew Neel on  Unsplash

O que o autor original pretendia transmitir ao público original?

A primeira pergunta a fazer ao ler a Bíblia não deve ser:

“O que isso significa para mim?”

A primeira pergunta sempre deve ser: "O que o autor original estava tentando dizer ao público original?" Faça perguntas como:

O autor estava tentando encorajar o povo exilado de Israel? O autor estava tentando convencer o povo judeu de que Jesus era o Messias? O autor estava procurando corrigir o erro teológico na igreja? O autor estava tentando encorajar os cristãos no meio da perseguição? Entender a intenção original da passagem nos impede de ler um significado moderno de volta às Escrituras. É preciso trabalhar, estudar e pensar para descobrir o significado original do texto? Pode apostar. Mas é um trabalho valioso e necessário.
 
Photo by Danielle MacInnes on  Unsplash

Que estilo de escrita é usado para esta seção das Escrituras?

Os Salmos são principalmente poesia, o que significa que devemos esperar figuras de linguagem, símiles e metáforas . As epístolas de Paulo são cartas, o que significa que devemos esperar uma progressão lógica relativamente direta. Os evangelhos são narrativas, o que significa que devemos esperar que todos os elementos da história de uma testemunha ocular existam. A revelação é de natureza apocalíptica, o que significa que devemos esperar uma linguagem altamente simbólica. Não podemos interpretar os Salmos da mesma forma que interpretamos as espístulas de Paulo. Não podemos interpretar os evangelhos da mesma forma que interpretamos Provérbios. Cada escritura deve ser interpretada à luz de seu gênero literário. Temos problemas quando começamos a misturar nossos gêneros.

Onde esta seção da Escritura se encaixa à luz da história da salvação?

 
Photo by Andrew Neel on  Unsplash

Toda a Escritura deve ser interpretada através das lentes do plano de salvação de Deus. Ao ler o Antigo Testamento, pergunte-se:

“Como essas histórias, mandamentos ou profecias apontam para Jesus e como são cumpridos por Jesus?”

Afinal, Jesus disse que toda a lei e os profetas falavam dele. Temos problemas teológicos quando começamos a aplicar comandos, histórias e profecias do Velho Testamento sem primeiro olhar para eles através das lentes da vida, morte, ressurreição, ascensão e retorno de Jesus.

Qual é a intenção de Deus resultado para esta seção das Escrituras?

Em outras palavras, como Deus quer que eu responda a esta ordem, promessa, advertência ou repreensão? Devo adorar? Devo me arrepender? Devo ter coragem? Devo ficar maravilhado? A palavra de Deus não deve ser lida e dissecada como um livro de química. É vivo e ativo. Deus fala conosco quando lemos sua palavra. Ele quer que respondamos à sua palavra, que obedeçamos à sua palavra, que vivamos pela sua palavra. Devemos ser cumpridores da palavra, não apenas ouvintes.

 
Photo by Austin Chan on  Unsplash

Como esta passagem se alinha com o resto da Bíblia?

Uma regra geral para a interpretação da Bíblia é que passagens claras sempre interpretam passagens pouco claras. Portanto, quando Tiago diz que somos justificados por nossas obras, interpretamos essa passagem à luz de tudo o que a Bíblia diz sobre a justificação pela fé. Quando Paulo diz que as mulheres devem permanecer em silêncio na igreja, interpretamos isso à luz do ensino de Paulo de que tanto homens quanto mulheres podem profetizar publicamente na igreja. Temos problemas quando isolamos passagens das Escrituras.

Livros massivos foram escritos sobre o assunto da interpretação das escrituras. Obviamente, não é possível cobrir todas as bases em um curto artigo. Essas são regras gerais e devem ser aplicadas com sabedoria. Caso tenha interesse em aprofundar-se no assunto recomendamos a leitura de A Interpretação Bíblica (Roy B. Zuck).

 
Photo by Green Chameleon on  Unsplash
Category
Submitted by missionario on Mon, 10/05/2020 - 22:22

iconGostaria de ter mais de um milhão de eBooks para ler onde e quando quiser? O Kindle Unlimited é o que você procura, saiba mais clicando aqui.

iconEscute mais de 60.000.000 de músicas com o Amazon Music Unlimited. Inicie já seu teste grátis.

iconAproveite frete grátis e rápido, filmes, séries, músicas e muito mais por apenas R$ 9,90/mês. Conheça o Amazon Prime.


Atenção: precisamos de sua ajuda para manter o site online! Os custos de desenvolvimento e manutenção são muito elevados pois demanda conhecimento técnico e serviços especializados. Além do esforço de voluntários para manter o site livre de spam e cheio de conteúdo de alta qualidade. Com o seu apoio, podemos continuar buscando melhorias e criando sempre conteúdo digital de qualidade para todos! Suas doações nos ajudam a manter este site online. Para fazer sua doação clique aqui, qualquer valor será bem-vindo, muito obrigado!

Últimas